• Compartilhar isto

IMPORTAR-SE: Os alunos estavam envolvidos na discussão sobre o plano de contingência COVID-19. Os participantes foram 47 alunos, em três turmas de 1º ano do ensino médio. Como questão norteadora, trabalhou-se a importância da vacinação para a superação da pandemia do novo coronavírus, junto aos seus familiares, um professor, um pesquisador. Devido ao cenário de pandemia, não foi possível ter a participação síncrona de especialistas durante a ação-ciência, mas foram desenvolvidas atividades que buscaram envolver a família no debate sobre questões científicas. Para construir conhecimento e facilitar discussões no formato híbrido, foram incentivados debates por meio de ambientes virtuais de aprendizagem. 

 

CONHECER: Foram desenvolvidas atividades interdisciplinares, mesmo sem o envolvimento de um professor de Biologia, por exemplo, ao ser tratada a importância da vacinação contra doenças pandêmicas, questões de saúde e bem-estar social. Além disso, trabalhou-se com o gênero textual resumo, sua estrutura e organização. As atividades propostas visavam aprimorar as habilidades de fazer perguntas, analisar dados, verificar informações e fontes, ponderar argumentos, tirar conclusões e compartilhar ideias. Quanto as atitudes a serem desenvolidas se buscou a valorização da saúde pública e do bem- estar social, da ciência e da investigação científica e do trabalho colaborativo; a noção de coletividade e a ponderação de dados e informações, buscando verificar sua confiabilidade, como tambem a importância do debate e respeito à construção coletiva do conhecimento. 

 

FAZER: Para o desenvolvimento desta atividade de ciência-ação, foram realizadas as seguintes atividades: 

  • Conversa prévia (com suporte de slides) sobre a importância da vacinação, vacinas aprovadas no Brasil e seus riscos e benefícios; 
  • Montagem de um mural virtual – foi utilizada a plataforma Padlet para esta atividade; 
  • Leitura do artigo selecionado, que será resumido posteriormente; 
  • Verificação e verificação das informações apresentadas no artigo lido; 
  • Compartilhamento de fontes consultadas no mural virtual; 
  • Discussão das informações pesquisadas e ampliação do repertório sobre o tema; 
  • Trabalhar com as características do gênero resumo, com o apoio dos slides; 
  • Apresentação da proposta de produção de resumo. 
  • Produção e compartilhamento dos resumos no mural virtual. 

 

CONSTATAÇÕES: A metodologia de cenário aberto utilizado foi a aprendizagem colaborativa baseada em projetos, mesmo em ambiente virtual. Os alunos trouxeram suas próprias perguntas, discutidas com os cientistas e suas famílias. O fato de os alunos possuírem dispositivos que permitissem a pesquisa e montagem do mural virtual (smartphones, computadores, internet etc.) foi fundamental para o desenvolvimento da atividade. Além disso, o trabalho em equipe também contribuiu para tornar a atividade mais interessante para os alunos. É fundamental ao professor ter mais materiais prontos (ou facilmente adaptáveis), como vídeos, podcasts, slides, gráficos etc., para usarem como apoio durante as aulas. As discussões realizadas por meio da ciência participativa contribuíram para uma maior conscientização dos alunos sobre a vacinação contra o coronavírus, e estas foram compartilhadas com a comunidade por meio da produção de um resumo escolar, que foi afixado em um mural virtual para facilitar o acesso de todos. 

 

RESULTADOS: Os alunos gostaram muito das atividades, pois estimulam o debate sobre temas que lhes são pertinentes. Seja como for, as atividades propostas foram feitas de forma colaborativa, o que contribuiu para o seu engajamento. Foi interessante ver como os alunos foram se engajando gradativamente durante as atividades, principalmente os debates. No início, houve certa relutância em participar das discussões, talvez pelo medo de não ter sua posição respeitada ou valorizada. Quando perceberam que suas contribuições foram aceitas e levadas em consideração, cada vez mais alunos decidiram apresentar suas posições. Os alunos mostraram-se muito interessados nos temas em discussão. Além disso, foram críticos sobre os dados pesquisados, verificando as fontes e priorizando as informações dos estudos científicos. Foi muito gratificante constatar o quanto gostaram da atividade, solicitando que outras ações fossem realizadas com o mesmo formato. Sendo uma escola de conteúdo, não foi possível dedicar mais aulas à atividade, o que fez com que algumas etapas fossem feitas de forma reduzida. Por esse motivo, também não foi possível envolver nenhum professor de Ciências da Natureza – deixando essa questão para ser adaptada em futuros estudos e aplicações. Por conta da pandemia, não foi possível trazer especialistas de fora para a escola, por isso buscamos textos com credibilidade científica e envolvemos a família nas discussões propostas. 

Definições de cookies

O Connect pode usar cookies para memorizar os dados que você usa ao fazer login no site do Connect, reunir estatísticas para otimizar a funcionalidade do site e realizar campanhas de marketing com base em seus interesses.

Eles permitem que você navegue no site e use seus aplicativos, bem como acesse áreas seguras do site. Sem esses cookies, os serviços que você solicitou não podem ser fornecidos.
Esses cookies são necessários para permitir a funcionalidade principal do site e são ativados automaticamente quando você entra neste site. Eles armazenam as preferências do usuário para uso do site, de forma que você não precise reconfigurar o site cada vez que visitá-lo.
Esses cookies direcionam a publicidade de acordo com os interesses de cada usuário de forma a direcionar campanhas publicitárias, levando em consideração os gostos dos usuários, e também limitam o número de vezes que você vê o anúncio, ajudando a medir a eficácia da publicidade e o sucesso da a organização do site.

Cookies Requeridos Eles permitem que você navegue no site e use seus aplicativos, bem como acesse áreas seguras do site. Sem esses cookies, os serviços que você solicitou não podem ser fornecidos.

Cookies Funcionais Esses cookies são necessários para permitir a funcionalidade principal do site e são ativados automaticamente quando você entra neste site. Eles armazenam as preferências do usuário para uso do site, de forma que você não precise reconfigurar o site cada vez que visitá-lo.

Cookies de publicidade Esses cookies direcionam a publicidade de acordo com os interesses de cada usuário de forma a direcionar campanhas publicitárias, levando em consideração os gostos dos usuários, e também limitam o número de vezes que você vê o anúncio, ajudando a medir a eficácia da publicidade e o sucesso da a organização do site.